Juan Negreira

Juan NegreiraHá pouco tempo, os meus pais informaram-me que tanto eles como eu começámos a experimentar o poder do som nas fases iniciais da minha vida. De rapazinho indomável e hiperativo passei a ser um rapaz muito mais ajuizado após a música e o violino terem entrado na minha vida, com 8 anos de idade. Desde então, tenho estado de alguma forma ligado não só à música mas também ao som em geral, o que me levou a concluir um doutoramento em acústica de edifícios.

Durante o doutoramento e depois dele, já a trabalhar como professor universitário e investigador na Suécia, e estando mais consciente das propriedades físicas do som e dos edifícios, fiquei apaixonado pela ligação desafiante entre o lado humano da acústica (isto é, como as pessoas percebem e reagem ao som) e o lado técnico (isto é, design de acústica de salas e edifícios).

format_quote

Acredito firmemente na capacidade da investigação e do conhecimento para mudar e melhorar as nossas vidas, e especificamente quando se trata de assuntos como a obtenção de conforto acústico e bem-estar em espaços fechados.

Acredito firmemente na capacidade da investigação e do conhecimento para mudar e melhorar as nossas vidas, e especificamente quando se trata de assuntos como a obtenção de conforto acústico e bem-estar em espaços fechados (escritórios, escolas, hospitais, etc.), onde (infelizmente) passamos 90% do nosso tempo. Nesta linha, aceitei o grande desafio de trazer o som para o mundo visual em que vivemos e assim tentar aumentar a consciência da boa acústica no setor da construção através de ações baseadas no conhecimento; palestras, investigação e desenvolvimento de produtos.

Espero realmente poder transmitir, a todos vós que poderei conhecer, a minha paixão por esta ciência que nunca deixa de me surpreender e finalmente dar à “estética do som” e à “acústica visível” a importância que merecem na nossa vida quotidiana.